16 julho 2009

Eduardo Miguel Pardo comenta sua criação:

"Cena que lembra uma família de marrecos à beira do lago, a cena e revestida de uma poesia que só à vida é capaz de nos mostar, foi o que tentei representar nesta foto como parte do que chamo de arte com formas e funções, refletir sobre o fato em sí é sem dúvidas só o início deste processo de tranformações possíveis, meu desejo é que sejam as melhores possíveis sempre!!! "

Que artista! Seu blog aqui.

Um comentário:

Eduardo Miguel Pardo disse...

Olá Ana!!! obrigado por fazer parte da minha estória atravéz deste post,seu gesto ajuda e muito me incentiva, um grande abraço e obrigado.